A infância, a fotografia e as memórias guardadas

Ontem uma amiga querida postou uma foto da filha toda feliz lavando louça e imediatamente me trouxe lembranças da minha própria infância. Com um sorriso no rosto lembrei da foto que minha mãe tirou de mim, mais ou menos na mesma idade da filha da minha amiga, com 5/6 anos, lavando louça toda concentrada na tarefa que estava desempenhando. Consegui lembrar da alegria que eu estava sentindo por finalmente poder fazer algo que só os adultos podiam e eu achava tão divertido, afinal, que criança não gosta de brincar com água? Tenho um carinho enorme por essa foto, lembro que me senti extremamente feliz quando minha mãe deixou que eu lavasse um pouco da louça… eu sempre pedia mas ela não deixava por medo que eu quebrasse algo e me machucasse. E nesse dia ela deixou. Puxou a cadeira, posicionou em frente a pia e fiz questão de colocar o avental pra fazer o papel completo de dona de casa caricata. 

E lá fui eu lavar a louça toda compenetrada e orgulhosa.
É incrível como algo tão simples pode trazer tanta alegria pra uma criança e pode ficar guardado na nossa memória por anos. E ter uma foto desse momento é tão especial. Quantas fotos de momentos simples e inesquecíveis você tem da sua infância? Quantas fotos dessas pequenas conquistas você tem? E do seu filho? Quantas fotos desses momentos simples de felicidade dele você tem? Fotos que podem não ser esteticamente incríveis e que ele não está sorrindo pra câmera mas que são carregadas de história e significado?
Nos últimos dias tenho pensado muito na importância da fotografia na vida das pessoas, no valor da fotografia. Hoje a gente tira foto de tudo o tempo todo e de nada ao mesmo tempo. Fotos que se perdem nos celulares quando pifam, que são esquecidas nos HDs, mil fotos posadas sem emoção alguma. Nós adultos perdemos um pouco da espontaneidade, ficamos engessados, queremos parecer bonitos nas fotos e acabamos esquecendo que muito mais que nos lembrar como somos fisicamente, a foto tem o papel de guardar emoções e momentos importantes, sozinhos ou com quem amamos. E ter registros desses momentos na infância é importante demaaaais. 

Pais, independente de contratar um fotógrafo pra isso ou não (mas contratem de tempos em tempos, assim vocês participam desses momentos e saem nas fotos com eles também, o que torna tudo ainda mais especial! XD), tenham fotos dos seus filhos sendo eles mesmos, brincando, se divertindo, fazendo birra, fazendo arte, guardem em fotos as pequenas conquistas do dia a dia deles, as coisas mais simples, as que parecem mais banais. Não esperem apenas um aniversário, uma festinha da escola, um momento definido pela sociedade como sendo importante para fazer fotos e viver com eles essas histórias. E não interfiram. Não peça que façam poses o tempo todo, que olhem pra câmera, não quebrem o encanto desses momentos. Deixem que eles sejam eles mesmos e vivenciem todas essas experiências com naturalidade. 

 E tão importante quanto fotografar esses momentos é revelar essas fotos. Imprimam, façam álbuns, coloquem em porta-retratos, revelem várias e coloquem em um baú de lembranças. Guardem cada foto como parte de um tesouro. Porque é isso que a fotografia é, um grande tesouro cheio de histórias que não vão se repetir, mas que através de um único segundo eternizado no papel, podem trazer a tona muitas emoções, sorrisos e boas lembranças. =)

PS.: Eu precisava trazer essa foto pra cá. E achei importante fotografa-la exatamente onde ela fica guardada, numa caixa de sapatos bem velhinha onde estão todas as fotos da família. Essa caixa é o meu tesouro, meu baú de lembranças. <3

Using Format