Mariana Marques

Oi, tudo bom? Fica a vontade, puxa uma cadeira e pega um cafézinho. Vamos conversar um pouco. Coisa boa receber sua visita por aqui!

Eu tento sempre captar nas minhas fotos o jeitinho da pessoa que estou fotografando da maneira mais natural e espontânea possível. E pra isso acontecer eu preciso conhecer um pouco da pessoa, saber o que ela gosta de fazer, sua personalidade, o que a faz sorrir, o que gosta de comer, onde gosta de ir pra se divertir, enfim, todas as pequenas coisas que tornam a vida dela mais gostosa e que a fazem ser do jeito que é. Então, pra começar (e te incentivar) vou falar um pouquinho sobre mim, ok? Depois quero saber a sua história também!

Coleciono canecas. E uso a maioria, escolhendo qual usar no dia de acordo com meu estado de espírito.

Se eu tenho um vício eu diria que esse vício se chama pipoca. De preferência salgada. Peraí que vou ali estourar um pouco pra continuar essa conversa....

Romântica incurável, sou dessas que adora uma boa história de amor, que sorri quando vê um casal que tem uma sintonia linda, que fica feliz quando o mocinho fica com a mocinha no final da história. E simplesmente amo fotografar casais apaixonados!

Um bom papo numa cafeteria é um dos melhores programas que existem pra mim. Um cappuccino, um pãozinho recheado de chocolate e boa companhia... Adoro!

Além do mais, nada combina melhor com um encontro numa cafeteria que um belo dia de outono. Definitivamente é minha estação do ano favorita! Aquele friozinho leve, com céu azul e a natureza naquela mescla de tons verdes com amarelo e laranja! Lindo, lindo!

Acho quase impossível não se contagiar com o sorriso genuíno de uma criança. Aquela risada gostosa, aquele divertimento verdadeiro, sem medo de ser feliz!

Ainda acredito em "contos de fadas". Sonho em formar minha própria família de comercial de margarina, com um companheiro para todos os momentos, dois filhos, um cachorro e um gato. 

Tenho um caso de amor com Nova Iorque, não sei nem dizer porque. Tem algo de mágico naquele lugar que não sei explicar. É como se eu já tivesse vivido lá em outra época. Você tem algum lugar em que se sente assim também?

Minha família nunca foi de viajar, mas quis a vida que eu tivesse o bichinho do andarilho. Fiz minha primeira viagem de avião somente aos 24 anos e desde então decidi que iria trabalhar para poder viajar mundo afora.

Falando em viagens, se tem uma coisa que eu adoro é poder viajar a trabalho. Então, pode me chamar pra fotografar na sua cidade, sua viagem de lua-de-mel, fotografar um dia da sua viagem de férias, o que for... vou adorar! =D

Tenho uma gata que acha que é minha dona... e às vezes até eu acredito nisso. Costumo dizer que sou a humana de estimação dela.

Sempre fui mais de escutar que falar. Sou bem calada... mas quando se trata de escrever... bem, já deu pra perceber que eu "falo" a beça com as letrinhas! rs

Agora é sua vez, me conta mais sobre você e a sua história!

***Foto por Francine de Mattos




Using Format